Leitura

Quais alimentos ajudam a diminuir o colesterol ruim?

O paciente que é diagnosticado com colesterol alto ele recebe as orientações para mudar alguns hábitos cotidianos e a alimentação é a mais afetada. O colesterol é um composto gorduroso que além de ser produzido pelo nosso corpo, também pode ser adquirido por meio de determinados alimentos que temos o costume de ingerir.

A alimentação saudável é a principal forma de manter as taxas de colesterol controladas. Existem alguns alimentos que podem ajudar você nesse processo. Ajudando a manter uma alimentação balanceada com substituições inteligentes e saudáveis. Mas quais são os alimentos que ajudam a diminuir o colesterol?

Lembre-se: é sempre importante falar diretamente com o seu médico sobre sua dieta e os alimentos que você pode incluir ou retirar do seu dia a dia. Ele é a melhor pessoa para ajudar você a organizar essa nova alimentação.

O que é o colesterol ruim?

O LDL é considerado colesterol ruim porque está associado ao risco de desenvolver doenças, como a doença coronariana, AVC, além de aumentar os riscos de infarto. O ideal é que a taxa sanguínea fique abaixo de 130 mg/dl [1] .

Sua alimentação está diretamente relacionada à elevação do colesterol no sangue, mas os maiores vilões para que isto ocorra são a ingestão de gorduras trans e gorduras saturadas em excesso, que podem aumentar as taxas e, consequentemente, os riscos de doenças [2] .

A prevenção do colesterol está diretamente relacionada com o seu estilo de vida. A melhor opção é adotar hábitos saudáveis e seguir o tratamento indicado pelo seu médico para manter suas taxas normais [1] .


Quais alimentos podem ajudar a diminuir minhas taxas?

É importante lembrar que tanto a alimentação saudável quanto os exercícios físicos precisam andar juntos nesse processo. Praticar atividades físicas junto com a dieta balanceada são as principais ações a serem realizadas para diminuir o risco de doenças que podem ser causadas pelo colesterol [1] .

Alguns alimentos que podem ajudar você a diminuir o colesterol ruim e manter as taxas normais são [1] :


Abacate:

De acordo com estudo publicado pela American Heart Association, substituir fontes de gorduras saturadas por abacate pode reduzir em até 13- 14 mg/dl o colesterol total e o LDL.


Oleaginosas:

Nozes, castanhas, amêndoas são exemplos de oleaginosas. Ricas em ácidos graxos monoinsaturados, melhoram o perfil de colesterol, ajudando na elevação do HDL, colesterol conhecido como "bom" por eliminar o excesso de LDL.


Óleos vegetais:

São associados com redução de LDL e dos riscos de doenças cardiovasculares em inúmeros estudos que usam este tipo de gordura como substituição de gorduras saturadas de origem animal e/ou vegetal.


Soja:

Em uma revisão bibliográfica, pesquisadores da Universidade do Vale dos Sinos, do Rio Grande do Sul avaliaram os resultados de 13 estudos internacionais, concluindo que o consumo de proteína de soja isolada (e não do grão integral) tem efeito positivo na redução de colesterol-total se consumido por 6 a 8 semanas.


Uva:

São várias as formas de consumo dessa fruta e está relacionada à redução de oxidação das partículas de LDL, melhorando sua remoção da circulação e consequente redução da formação de placas típicas da aterosclerose.

Além disso, alguns alimentos com e steróis e estanóis também ajudam a controlar as taxas do colesterol. Esteróis e estanóis são substâncias encontradas nas plantas que ajudam a bloquear a absorção do colesterol  [3] .

Ainda não se sabe se os alimentos com esteróis ou estanóis vegetais reduzem o risco de ataque cardíaco ou derrame. Esteróis ou estanóis vegetais não parecem afetar os níveis de triglicerídeos ou do colesterol HDL, conhecido como colesterol bom [3] .

Mais uma vez, vamos ressaltar que a melhor pessoa para ajudar você nesse processo é o seu médico. Ele vai entender o seu diagnóstico e passar um tratamento com dieta e exercícios adequado para o seu caso. Toda vez que você quiser acrescentar ou tirar algo, precisa primeiro da orientação dele.

Além disso, manter suas consultas e exames frequentes vão ajudar você a entender melhor como está a evolução do seu tratamento e como estão suas taxas de colesterol. Essas consultas frequentes também ajudam a evitar outras doenças.

O Programa Se Cuida está sempre procurando as melhores maneiras de ajudar você com o tratamento, buscando informações importantes que deixe você por dentro de tudo e dicas que otimizem a sua rotina. Se você ainda não conhece o nosso blog, venha conhecer e conferir todos os outros conteúdos que temos exclusivos para você!


Referências

1-      https://socesp.org.br/sala-de-imprensa/press-release/confira-dez-alimentos-que-ajudam-a-reduzir-o-colesterol/

2-      https://www.asbran.org.br/noticias/os-cinco-maiores-viloes-da-alimentacao-que-elevam-o-colesterol

3-      https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/high-blood-cholesterol/in-depth/cholesterol/art-20045192


PP-PCU-BRA-0843-OUT/2021