Leitura

Menopausa e a saúde do coração: saiba mais sobre essa relação

Temida por muitas mulheres, a menopausa é um processo biológico natural do organismo que não precisa ser um bicho de sete cabeças, mas que precisa de alguns cuidados extras, principalmente, quando falamos da saúde do coração para essa fase da vida.1

Culturalmente, a menopausa representa uma mudança de vida para mulheres, tanto no aspecto físico e biológico, quanto em seu papel social. 2

Os sintomas não são frescura. A verdade é que a menopausa traz, consigo, alguns sintomas desconfortáveis, novas sensações, mudanças no corpo e, em alguns casos, aumento no risco do desenvolvimento de doenças cardíacas. 2,3

Vale lembrar que, estatisticamente, mulheres são menos propícias a desenvolver doenças cardiovasculares, mas esse cenário sofre uma drástica alteração na fase da menopausa. 2

Estudos revelam que mulheres que estão passando por essa fase possuem um aumento na incidência de doenças cardiovasculares, o que está relacionado as modificações hormonais, circulatórias e sanguíneas que podem ocorrer durante esse período. 2,3

Menopausa e coração: entenda o que acontece

As mulheres possuem um hormônio chamado estrogênio que funciona como um protetor e aliado do coração, pois facilita e estimula a dilatação dos vasos, contribuindo com o fluxo sanguíneo. 3

No período da menopausa, o nível do estrogênio diminui, o que aumenta o risco do desenvolvimento de algumas doenças cardíacas, uma vez que as artérias podem começar a enrijecer com o tempo, reduzindo a elasticidade e afetando o bombeamento do sangue. 3,4

Todo esse cenário pode levar ao surgimento da pressão alta e situações mais graves como ataque cardíaco e derrame, além de contribuir para danos em outros órgãos como rins e pulmões. 3,4

Vale lembrar que a menopausa não causa doenças cardiovasculares, ela apenas aumenta os riscos do surgimento dessas doenças. Outros fatores também podem contribuir:

·         Tabagismo;

·         Sedentarismo;

·         Diabetes;

·         Obesidade;

·         Histórico familiar de doença cardíaca e fatores genéticos. 4

É possível evitar problemas cardiovasculares

Sim, com mudanças do estilo de vida e hábitos é possível contribuir para a redução do risco do surgimento de doenças cardiovasculares nesse período da vida.5

Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), a menopausa começa aproximadamente aos 50 anos em cerca de 70% a 80% das mulheres brasileiras. A identificação precoce dos fatores de risco cardiovasculares nessas mulheres contribui para reduzir a morbidade e a mortalidade. 5

Por isso, é importante o acompanhamento médico, pois, ele avaliará todo o quadro clínico da paciente e, se necessário, indicar a reposição hormonal. 5

Quer conferir mais informações sobre a doenças cardiovasculares? No Se Cuida você encontra diversos vídeos com profissionais falando sobre o assunto e dando dicas de como você pode cuidar da saúde e reduzir os riscos. Venha conferir!

 

Material para todos os públicos.
LIPI-2022-0894-maio/2022

 

Referências

1 MINISTÉRIO DA SAÚDE. Menopausa e climatério. [S. l.], 2020. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/menopausa-e-climaterio/. Acesso em: 30 mar. 2022.

2 M.E.C, DE S. FAVARATO; J.M., ALDRIGHI. A mulher coronariopata no climatério após a menopausa: implicações na qualidade de vida. Revista da Associação Médica Brasileira , [S. l.], n. 4, p. 1-44, 23 jan. 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ramb/a/VQMBQgT883KcVTyhvHQgYDh/?lang=pt. Acesso em: 30 mar. 2022.

3 AMARGANDY, Saad; MATTHEWS, Karen A.; BROOKS, Maria M.; MITCHELL, Emma Barinas; MAGNANI, Jared W.; JANSSEN, Imke; HOLLENBERG , Steven M.; KHOUDARY, Samar R. El. Arterial Stiffness Accelerates Within 1 Year of the Final Menstrual Period. Menopausa e climatério, [S. l.], v. 42, n. 4, p. 1001-1008, 23 jan. 2020. DOI https://doi.org/10.1161/ATVBAHA.119.313622Arteriosclerosis, Thrombosis, and Vascular Biology. 2020;40:1001-100. Disponível em: https://www.ahajournals.org/doi/10.1161/ATVBAHA.119.313622. Acesso em: 30 mar. 2022.

4 MELO, Jorgileia Braga de; CAMPOS, Roberta Cristina Almeida; CARVALHO, Philippe Costa; MEIRELES, Mariana Ferreira; ANDRADE, Maria Valneide Gomes; ROCHA, Tânia Pavão Oliveira; FARIAS, Wilma Karlla dos Santos; MORAES, Maria Jozelia Diniz; SANTOS, Josete Costa dos; NETO, José Albuquerque de Figueiredo. Fatores de Risco Cardiovasculares em Mulheres Climatéricas com Doença Arterial Coronariana. Menopausa pode trazer risco de doença cardiovascular, International Journal of Cardiovascular Sciences, ano 2017, v. 1, p. 4-11, 31 jan. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ijcs/a/ZyvRR5CQNyRbpyXjpN84RHG/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 30 mar. 2022.

5 SOCIEDADE BRASILEIRA DE ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA. Menopausa pode trazer risco de doença cardiovascular. [S. l.], 17 mar. 2017. Disponível em: https://www.sbemsp.org.br/imprensa/releases/87-menopausa-pode-trazer-risco-de-doenca-cardiovascular#:~:text=%E2%80%9CAs%20doen%C3%A7as%20cardiovasculares%20tem%20preval%C3%AAncia,toler%C3%A2ncia%20%C3%A0%20glicose%20e%20perfil. Acesso em: 30 mar. 2022.