Leitura

Descubra qual é a conexão entre o transtorno da ansiedade generalizada e exercício físico

O transtorno da ansiedade generalizada (TAG) é caracterizado por ansiedade excessiva com os problemas do cotidiano sem motivos óbvios. Pessoas com ansiedade generalizada estão sempre esperando desastres, seja na família, no trabalho ou na própria saúde. Essas manifestações podem variar ao longo da vida e incluem sintomas, como tensão motora, tremores, incapacidade para relaxar, fadiga, cefaleia, irritabilidade e dificuldade de concentração.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o Brasil é o país com maior número de pessoas ansiosas no mundo inteiro: 9,3% dos brasileiros têm algum transtorno de ansiedade.

 

TAG e atividades físicas

Se você faz parte dessa estatística, saiba que os exercícios físicos são atualmente conhecidos pela ciência como a melhor alternativa natural para amenizar a ansiedade. O melhor exercício físico apresentado pela ciência é o aeróbico, respeitando o limiar máximo de lactato. Trata-se de uma substância liberada na corrente sanguínea quando fazemos exercícios que, quando passa do seu limite, causa fadiga no organismo.

Entre as categorias dos exercícios aeróbicos, existem diversas opções, como corrida, bicicleta, equipamento elíptico, caminhada em ritmo acelerado por mais de 30 minutos e dança.

O ioga também é uma excelente recomendação: seus efeitos sobre a ansiedade ocorrem em razão de resposta de relaxamento e redução generalizada na excitação somática do sistema nervoso autônomo. Em geral, o ioga parece modular o sistema nervoso autônomo mediante redução da atividade. Sei que você pode estar se questionando pelo fato de como duas atividades tão discrepantes podem auxiliar no controle da ansiedade generalizada e qual delas adotar como estratégia.

O ideal é que você utilize ambas em diferentes momentos da semana. A atividade aeróbica deve ser adotada como estratégia para vencer a ansiedade em longo prazo, duas vezes por semana, sendo um tratamento em longo prazo para atuar na causa do problema. Já ioga, relaxamento e meditação devem ser realizados diariamente, de 5 a 10 minutos no momento do dia em que você se sentir mais pressionado e estressado, como um analgésico que alivia a dor.

 

Percepção de esforço em pessoas com TAG

Quanto mais cedo o transtorno de ansiedade for diagnosticado e tratado, melhores serão as chances de recuperação, caso contrário o quadro poderá progredir e até mesmo se associar à depressão. No PDF , você encontrará um treino metabólico para iniciantes, elaborado para desenvolver a sua percepção ao esforço, de acordo com a escala de Borg.

O esforço é uma percepção do quanto "sofrível" é um exercício e é individual, afinal cada um de nós percebe o mundo de determinada maneira. Por exemplo: o mesmo exercício pode ser leve para algumas pessoas e extremamente pesado para outras. O teste da percepção do esforço é uma proposta elaborada para conhecer a mente do praticante por meio da introspecção.

Saiba que a ansiedade é um estado da mente e não do corpo, portanto começar pela análise da percepção do esforço é primordial. O objetivo final é diminuir a percepção de esforço ao longo de quatros semanas.

 

Texto escrito por:

Simone Albano 

Profissional de educação física, bailarina e especialista em pilates, treinamento de força 

e neurocientista. Autora dos Métodos Gravity Moove e Neuromoove (condicionamentos físico e mental). 

Araújo SRC, Mello MT, Leite JR. Transtornos de ansiedade e exercício físico. Rev Bras Psiquiatr. 2007;29(2):164-71.

Exercising to relax. Harvard Health Publishing, Feb 2011. Disponível em: https://www.health.harvard.edu/staying-healthy/exercising-to-relax. Acesso em: 4 maio 2021.

Ratey JJ. Can exercise help treat anxiety? Harvard Health Publishing, 2019 Oct 24. Disponível em: https://www.health.harvard.edu/blog/can-exercise-help-treat-anxiety-2019102418096. Acesso em: 4 maio 2021.

 

PP-ZOL-BRA-0114 - abr/2021