Leitura

Descubra a relação entre dor neuropática e diabetes

Quem convive com dor neuropática experimenta sintomas que podem se tornar verdadeiros obstáculos, afetando a qualidade de vida e trazendo desafios

À medida que se busca informações para aprender a lidar da melhor forma com a condição, é natural surgir algumas perguntas ao longo do caminho. 

Uma dessas questões é: qual é a relação entre a dor neuropática e o diabetes? 

Hoje, vamos esclarecer essa dúvida, oferecendo informações claras para que você possa compreender melhor as complicações da dor neuropática e sua possível ligação com o diabetes. 

 

Sobre dor neuropática 

A dor neuropática ocorre quando o sistema nervoso periférico ou central não está funcionando adequadamente e está frequentemente associada a mais de um condição pré-existente, como: 

·      Alcoolismo ¹

·      Infecção por HIV ou AIDS ¹

·      Acidente vascular cerebral ¹

·      Doença de Parkinson ¹

·      Esclerose múltipla ¹

·      Radioterapia no tratamento para câncer ¹

·      Amputação ¹

·      Trauma físico ¹

·      Cirurgias ¹

 

Entre essas condições médicas, existe um tipo de dor neuropática que se relaciona com o diabetes. Vamos entender melhor a seguir. 

 

A ligação entre diabetes e dor neuropática 

O diabetes, condição que afeta a regulação do açúcar no sangue, pode desempenhar um papel fundamental no desenvolvimento da neuropatia diabética, um tipo de dor neuropática periférica, que afeta principalmente mãos, pés, pernas e braços. A neuropatia diabética é um resultado direto dos efeitos do diabetes não controlado nos nervos do corpo. ²

Quando o diabetes está descontrolado e os níveis de glicose estão elevados, a capacidade do corpo de fornecer sangue e oxigênio suficientes aos nervos fica comprometida, levando a danos e disfunções nervosas. Consequentemente, os sintomas característicos da dor neuropática podem se manifestar. ²  

 

Entendendo a neuropatia diabética 

Os fatores que contribuem para o desenvolvimento da neuropatia diabética incluem: 

·      Controle inadequado da glicose ²

·      Altos níveis de triglicerídeos ²

·      Excesso de peso ²

·      Tabagismo ²

·      Hipertensão ²

·      Retinopatia ²

·      Doença renal ² 

 

Além desses fatores, mudanças nos vasos sanguíneos e no metabolismo também podem favorecer a progressão da neuropatia, comprometendo os nervos periféricos.  ²

 

Sintomas da neuropatia diabética 

A neuropatia diabética apresenta sintomas característicos, como:

·      Dor contínua ²

·      Sensações de queimadura ²

·      Formigamento ²

·      Dor excessiva em resposta a estímulos leves. ² 

·      Redução da sensibilidade protetora, aumentando o risco de lesões não percebidas, como queimaduras ²

·      Diminuição do suor e o ressecamento da pele ²

·      Diagnóstico da neuropatia diabética 

 

O diagnóstico pode ser realizado por exames específicos nos pés, é importante avaliar e cuidar das unhas regularmente, aplicar cremes hidrantes para pele ressecada e usar calçados apropriados.  

 

Complicações da neuropatia diabética 

Uma das complicações mais preocupantes é a relação direta entre a neuropatia e o risco aumentado de feridas nos pés que demoram a cicatrizar. Essas feridas podem se tornar um foco de infecção, e a redução da sensibilidade nessa região torna difícil a detecção precoce desses problemas. ³ 

Consequentemente, o risco de infecções graves e até amputações aumenta substancialmente. Portanto, além de enfrentar a dor e os sintomas característicos da neuropatia diabética, é essencial também estar atento a essas complicações secundárias. ³

 

Prevenção e controle do diabetes 

Uma parte fundamental do gerenciamento da neuropatia diabética é a prevenção e o controle eficaz do próprio diabetes. A adoção de um estilo de vida saudável desempenha um papel crucial nesse processo. 4

Manter uma dieta equilibrada, rica em nutrientes essenciais e pobre em açúcares refinados, pode ajudar a manter os níveis de glicose dentro dos parâmetros adequados. 4

A prática regular de atividade física contribui para melhorar a sensibilidade à insulina e controlar o peso, fatores que impactam diretamente no controle do diabetes.4

Monitorar os níveis de glicose no sangue, conforme orientação médica, é uma ferramenta poderosa para manter um controle rigoroso. 4

Em última análise, a parceria entre você e sua equipe médica desempenha um papel central na prevenção e controle do diabetes, o que por sua vez ajuda a mitigar os riscos associados à neuropatia diabética. 4

 

Neuropatia e saúde mental  

É importante reconhecer que a neuropatia também afeta a saúde mental. A sensação constante de desconforto e dor podem levar a um sentimento de insatisfação e frustração com as limitações impostas pela condição. ²

Além disso, a neuropatia pode ter um efeito notável no seu envolvimento com atividades sociais. Tudo isso pode afetar qualidade de vida geral e é preciso ficar atento. ²

Buscar maneiras de gerenciar essa condição não apenas ajuda a aliviar a dor, mas também pode melhorar sua energia, mobilidade, satisfação com a vida e conexões sociais. ² 

Trabalhar em estreita colaboração com sua equipe médica para desenvolver um plano de tratamento abrangente pode ajudar a mitigar esses efeitos negativos, permitindo que você retome uma vida mais ativa, envolvente e satisfatória. ²

Não esqueça que o Se Cuida está aqui para te apoiar nessa jornada, através de serviços e conteúdos. 

Leia também: Quais alimentos e vitaminas são fundamentais contra a dorneuropática 

 

Referências

Dor Neuropática. Cleveland Clinic. Disponível em: https://my.clevelandclinic.org/health/diseases/15833-neuropathic-pain. Acesso em 18/08/2023

Neuropatia diabética. Sociedade Brasileira de Diabetes. Disponível em: https://diabetes.org.br/neuropatia-diabetica/. Acesso em 18/08/2023 

Sen, S., Barsun, A., Romanowski, K., Palmieri, T., & Greenhalgh, D. Neuropatia pode ser um fator de risco independente para amputação após queimadura de membros inferiores em adultos com diabetes, 2019. Clinical Diabetes : A Publication of the American Diabetes Association, 37(4), 352-356. Disponível em: https://doi.org/10.2337/cd18-0066. Acesso em 18/08/2023 

Diabetes. Biblioteca Virtual em Saúde. Ministério da Saúde. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/diabetes/. Acesso em 18/08/2023

 

Material destinado a todos os públicos

LYR-2023-0946 - Setembro/2023