Leitura

Como cuidar da saúde mental todos os dias

No meio da agitação diária, cuidar da saúde mental se torna um guia interno importante. Para quem lida com ansiedade e depressão, isso se torna ainda mais crucial. 

A saúde mental é como um pilar central e ignorá-la pode levar a problemas como o desgaste emocional e a sensação de estar preso a pensamentos negativos. 

Pensando nisso, reunimos dicas práticas para fortalecer sua saúde mental e emocional no turbilhão do cotidiano. Aqui, você encontrará estratégias simples e aplicáveis que podem fazer toda a diferença, abrindo portas para mais equilíbrio e serenidade na sua vida. 

Vamos, juntos, explorar essas ferramentas que podem se tornar seus aliados rumo ao bem-estar.

 

O cotidiano e seus desafios

A vida diária, cheia de trabalho, estudos, interações sociais e malabarismos com o tempo, é um caldeirão de emoções: medo, raiva, tristeza e alegria se misturam a todo momento. ¹ 

Nem sempre conseguimos resolver todos os desafios que essa mistura traz, e é aí que entra a importância de ficar atento e pedir ajuda quando necessário.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde mental não é só não estar doente. É estar bem para lidar com o estresse do dia a dia, usar nossas habilidades e dar conta não só do trabalho e dos estudos, mas também dos papéis sociais, como filho, filha, amigo, amiga, namorado ou namorada. ¹

Com essa correria toda, existem ações simples que ajudam a cuidar da saúde mental no dia a dia, nos dando uma mão para lidar com os desafios que aparecem constantemente. É exatamente sobre essas dicas que vamos falar agora. ¹

 

Organizando a rotina  

Ter uma rotina organizada pode trazer uma sensação de controle e estabilidade, algo que faz uma diferença enorme, especialmente para quem está enfrentando ansiedade e depressão. ¹

Quando estabelecemos horários fixos para atividades como dormir, comer, fazer exercícios e relaxar, criamos um cenário que ajuda demais a cuidar da saúde mental. Manter essa consistência dá uma sensação de previsibilidade que pode ajudar a aliviar a pressão emocional do dia a dia. ¹

 

Encontrando momentos de conexão consigo  

O que você gosta de fazer? Nadar, andar de bicicleta, praticar yoga, pintar... Encontre uma atividade que você sinta prazer em fazer, sem ter a obrigação de fazê-la. Reservar um tempinho em um dos dias da semana para fazer essa atividade e se conectar com você mesmo(a) pode ser de grande ajuda para sua saúde mental. ¹

 

Cuidando do sono

O sono é um componente importante para uma saúde mental em dia. Muitas vezes, caímos no ciclo de preocupação e estresse que nos deixa sem sono, o que provoca cansaço no dia seguinte e dificulta lidar com as tarefas do cotidiano, resultando em ansiedade e sentimentos de baixa-autoestima. ²

Para evitar esse ciclo, é importante estabelecer o seu horário de dormir e seguir o mais certinho que conseguir. Da mesma forma, tentar acordar sempre no mesmo horário é benéfico. É interessante também relaxar antes de dormir, ou seja, fazer algo calmo, como exercícios de respiração, alongamentos ou ler um livro. ²

Uma dica bem efetiva para se conectar com o seu sono, é deixar de mexer no celular algumas horas antes de ir dormir, isso vai te ajudar a desacelerar e se preparar para descansar. ² 

É claro que se mesmo com essas dicas práticas você ainda sentir muita dificuldade em dormir, é importante procurar um médico para avaliar seu caso e achar a melhor solução. 

 

A natureza tem seu papel na saúde mental  

Passar um tempo na natureza pode ser muito positivo para a saúde mental, ajudando a melhorar o humor e aumentar a satisfação com a vida e redução do estresse. ³

Você pode estar pensando que não tem muito acesso à natureza, principalmente se mora em uma cidade grande. Fique tranquilo, para colocar essa dica em prática você não precisa ir a uma floresta. ³

Uma caminhada no parque já basta e pode te fazer muito bem! Não precisa ser algo longo. Encaixe na sua rotina um tempo ao ar livre, faça um piquenique sozinho ou com amigos, aprecie a natureza e veja como esse simples ato pode te favorecer. ³

 

Alimentação saudável   

Para uma saúde mental plena, você precisa cuidar do seu corpo físico e isso envolve também o que você come. 1,4 

Uma alimentação balanceada não precisa ser complicada. Escolha mais alimentos naturais, como legumes, verduras e frutas e menos industrializados. Além disso, beba a quantidade de água recomendada pelo seu médico. Uma dieta nutritiva e manter o corpo hidratado trazem bem-estar físico e mental. 1,4

Preparamos dois vídeos completos para você com dicas incríveis sobre alimentação para pessoas que convivem com ansiedade e depressão. Confira: 

Alimentaçãosaudável na ansiedade

Alimentaçãosaudável na depressão 

 

Desconectando para desacelerar

Você já percebeu que, após ficar horas rolando pelo feed nas redes sociais você se sente drenado? Tanto emocionalmente, ao se comparar com outras pessoas, quanto fisicamente, por ficar excessivamente em frente a tela. 

Pois é, isso é muito comum, além de ser um hábito que deteriora a saúde mental. Que tal experimentar dosar a quantidade de tempo que passa nas redes sociais? Essa pode ser uma excelente estratégia para cuidar da sua saúde mental no dia a dia. ¹

 

Exercício físico é um dos pilares da saúde mental   

Você já se deparou com o desânimo em fazer uma atividade física todos os dias? Pois é, super normal! Principalmente após um dia cheio de afazeres. 4

A verdade é que o exercício físico é um dos pilares para uma saúde mental. Portanto, não permita que seu humor determine se você vai se exercitar ou não. Escolha uma atividade, um horário, uma frequência junto ao seu médico e se exercite. Com certeza você verá diferenças na sua clareza mental e disposição. 4

 

Terapia e tratamento 

Se você está tentando cuidar da sua saúde mental e mesmo assim tem os sintomas a seguir por duas semanas ou mais, é essencial buscar ajuda médica. 4

·      Dificuldade para dormir 4

·      Mudanças no apetite 4

·      Dificuldade para sair da cama de manhã por falta de disposição 4

·      Dificuldade em se concentrar 4

·      Perda de interesse em coisas que antes gostava de fazer 4

·      Problemas para realizar atividades diárias 4

Apenas um médico poderá te auxiliar com ajuda de medicamentos e encaminhamento para psicoterapia, se for o caso. Com o tratamento correto e contínuo, é possível superar esses sintomas e encontrar um equilíbrio para viver de forma mais harmônica. 

Não se esqueça de sempre contar com o Se Cuida, que traz informações, conteúdos e serviços para te ajudar na jornada de tratamento. 

Leia também: Ruído marrom e o branco: o que é e como pode ajudar no seu cotidiano

 

Referências: 

1 - Boas Práticas em saúde mental. UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS, 2021. Disponível: https://praec.ufla.br/images/Campanhas/CartilhaSaudeMentalUFLA.pdf. Acesso em 21/08/2023

2 -Como lidar com dificuldade de dormir. MIND Organization. Disponível em: https://www.mind.org.uk/information-support/types-of-mental-health-problems/sleep-problems/about-sleep-and-mental-health/. Acesso em 21/08/2023. 

3 - Triunfando com a natureza, um guia para todos. Mental Health Foundation. Disponível: https://www.mentalhealth.org.uk/sites/default/files/2022-06/Thriving-With-Nature.pdf  Acesso 21/08/2023. 

4 - Cuidando da sua saúde mental. National Institute of Mental Health. Disponível: https://www.nimh.nih.gov/health/topics/caring-for-your-mental-health. Acesso em 21/08/2023 

 

Material destinado a todos os públicos.

EFEX-2023-0052 - Setembro/2023