Leitura

Anda desanimado? Será que é depressão? Como identificar os sintomas?

Anda desanimado? Será que é depressão? Como identificar os sintomas?


Você sabe o que é CID-10-F33? É a prova técnica de que depressão não é apenas uma frescura. O código CID refere-se à Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde e serve como padronização universal que ajuda a monitorar a incidência e a prevalência de doenças no mundo todo. Com um código CID próprio, essa doença não é apenas reconhecida como tal, mas também é considerada um dos principais males da década.

 

Entendendo a depressão

A depressão é o resultado de um desequilíbrio nos neurotransmissores em nosso cérebro, como a serotonina, a noradrenalina e a dopamina. Cada neurotransmissor atua regulando diferentes emoções, como alegria, tristeza, empolgação, entre outras.

 

Esse desequilíbrio pode ter como gatilho eventos traumáticos, como a perda de uma pessoa querida, um acidente, entre outros, e leva a uma tristeza tão profunda que causa impacto direto na vida pessoal, no trabalho e nas relações.

 

É importante sabermos distinguir a tristeza eventual da depressão. Como seres humanos, é normal que fiquemos sentidos quando coisas tristes acontecem, mas quando levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima se torna um desafio cada vez mais difícil, é sinal de que algo não está certo.

 

Sinais da depressão

Antes de mais nada, é importante sabermos que só um médico especialista pode determinar o diagnóstico oficial, mas só poderá fazer isso caso a pessoa esteja pronta para enfrentar a situação e decida procurar ajuda. Os sinais que o médico vai investigar, e que todos devemos observar, são:

 

Tristeza persistente

Tristeza profunda que não cessa é a principal característica da depressão. Quando esse sentimento persiste de forma desproporcional, mesmo depois de um certo tempo após eventos traumáticos, devemos ligar um sinal de alerta.

 

Fraqueza e cansaço frequentes

Aqui a depressão deixa de ser emocional para ser também física. A dificuldade de sair da cama de manhã e a indisposição para realizar atividades, inclusive as mais prazerosas, podem ser um sinal de depressão.

 

Alteração de peso não intencional

Depressão pode se manifestar no apetite, jogando para os extremos. Tanto a perda de peso por falta de apetite como o ganho de gordura por excesso dele, são sintomas que podem ser relacionados a quadro depressivo.

 

Alterações no sono

A depressão afeta diretamente a qualidade do sono. De noite, os pensamentos negativos tomam conta, prejudicando o descanso. Essa noite mal aproveitada atrapalha o desempenho diário, contribuindo para a sensação constante de sonolência e cansaço.

 

Falta de concentração

Própria mente torna-se um grande desafio, impondo mais uma dificuldade para as atividades cotidianas. Quando o foco na tarefa em mãos "briga" com a sensação de tristeza e os pensamentos negativos, pode ser hora de procurar ajuda.

 

Isolamento social

Os convites via mensagens de celular, ligações e redes sociais são primeiro evitados, agradecidos cordialmente, mas declinados. No momento seguinte, esses convites passam a nem ser mais considerados, assim como a possibilidade de estar com outras pessoas, o que representa um importante sinal de alerta da depressão.

 

E aí, identificou-se com alguns desses sinais? Conhece alguém que está passando por um momento assim? Pois saiba que o primeiro passo para superar esse problema é procurar ajuda. Com o suporte de um especialista, a vida pode recuperar seu colorido.

 

Para saber mais, você também pode acessar o site: www.depressaosemtabu.com.br

 

Se cuida!

 

 

Referências

https://blog.psicologiaviva.com.br/entrando-em-depressao/

https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/depressao/

https://www.minhavida.com.br/bem-estar/tudo-sobre/35526-sintomas-de-depressao

 

 

PP-ZOL-BRA-0077 - jan/2021